A nova versão de topo, 100% elétrica, e com interiores alinhados com um Mercedes-Benz Classe S, terá perto de 500 km de autonomia.

A Land Rover prevê apresentar no Salão de Los Angeles de 2019 o novo SUV Road Rover (na imagem, o Range Rover Velar). Segundo a Autocar, a nova família topo de gama da marca britânica, que surgirá no mercado em 2020, será 100% elétrica (dois motores: um por cada eixo – o que lhe permitirá ter tração integral), suspensões ajustáveis, tendo alguma capacidade para incursões fora de estrada e interiores ao nível de um Mercedes-Benz Classe S. O novo modelo, que terá o tamanho similar a um XJ (cerca de 5,12 metros de comprimento), mas uma carroçaria com um formato distinto do Range Rover, será capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos e terá uma autonomia a rondar 482 km. Aliás, o Road Rover será desenvolvido em paralelo com a nova geração da berlina XJ. A base será em alumínio e capaz de albergar motorizações convencionais, mas também versões eletrificadas. Em causa

O premium Road Rover será apontado, sobretudo, a mercados como os EUA e a China. O novo modelo elétrico terá o luxo equivalente ao SUV Rolls-Royce Cullinan, mas o seu grande alvo deverá ser o Audi E-Tron Sportback (previsto para 2019).

Este Road Rover será acompanhado posteriormente por variantes com capacidade “off-road” reforçada.

A designação histórica Road Rover remonta aos anos 1950, mais concretamente a um modelo experimental criado para encaixar entre os Rover e os Land Rover. Curiosamente, este estudo serviu de base ao Range Rover original.

Assine Já

Edição nº 1457
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes